Câncer de Cabeça e Pescoço

O câncer de cabeça e pescoço são neoplasias malignas. Estes tumores afetam as regiões da boca, nariz, face, lábios, laringe, garganta, tireóide e glândulas salivares. No pescoço também se localiza uma parte do esôfago. De fato, estes são locais onde aparecem tumores malignos.

Incidência dos tumores de cabeça e pescoço

O câncer de cabeça e pescoço é muito mais comum nos homens. Ou seja, na população masculina este câncer é duas vezes mais prevalente.

Sem dúvida alguma, o habito de fumar e o consumo de de álcool são as principais causas do desenvolvimento destes tumores. Deve-se ressaltar que existem também outras causas: vírus Epstein-Barr, vírus HPV ( papiloma vírus humano), alimentos em conserva, má higiene bucal e também fatores genéticos.

Sinais e sintomas

Os principais sinais e sintomas dos tumores de cabeça estão relacionados à região doente.Sendo assim, estes tumores causam sintomas variados. Nódulos no pescoço, dor de garganta persistente, feridas, voz rouca, mau hálito são sinais importantes e devem ser valorizados.

Diagnóstico do câncer de cabeça e pescoço

Para o tratamento preciso do câncer de cabeça e pescoço é primordial um diagnóstico preciso.

Este diagnóstico é feito com exames de imagem e nesta mesma linha, com coleta de material para exame. O cirurgião oncológico pode usar aparelhos endoscópicos para uma análise completa da doença.

Sendo assim, o paciente precisa realizar exames de imagem e biópsias. Em conjunto com o histórico ocupacional, a programação do tratamento é mais acertiva.

Tratamento

O tratamento dos pacientes com câncer de cabeça e pescoço é essencialmente multidisciplinar. As pessoas doentes usualmente encontram-se debilitadas. Um fator agravante é o tratamento, essencialmente mórbido.

Nestes pacientes os tratamentos podem causar diminuição ou até perda da função de um ou mais órgão.

Deve-se ressaltar que muitos pacientes que desenvolvem tumores de cabeça e pescoço são idosos e com muitas comorbidades. Sendo assim, muitos não toleram o tratamento.

O tratamento multidisciplinar do câncer de cabeça e pescoço em idosos busca resultados semelhantes aos de pacientes jovens.

Para isto, o uso de ferramentas para avaliação do risco geriátrico é essencial para minimizar os danos do tratamento.

Portanto, o tratamento dos tumores de cabeça e pescoço é multidisciplinar. Sendo assim, cirurgia, quimioterapia e radioterapia são os pilares para as terapias. Da mesma forma, apoio psicológico, avaliação nutricional e fisioterapia para reabilitação, são essenciais no tratamento.

Um médico experiente com equipe preparada para este tipo de atendimento são essenciais para o sucesso do tratamento. Nada impede porém, que o paciente com câncer de cabeça e pescoço tenha uma segunda opinião médica.

EnglishPortugueseSpanish